sexta-feira, 6 de julho de 2018

COM REDUÇÃO DO EFETIVO E DEGRADAÇÃO DA FÁBRICA, DEIXA FUTURO INCERTO NA CARGILL EM ILHÉUS.





Resultado de imagem para cargill ilheus




A multinacional Cargill Agrícola S/A, empresa moageira de cacau localizada na Rodovia Ilhéus Uruçuca Km 08,Distrito Industrial de Ilhéus—Bahia, esta deixando de ser excelência em qualidade , a situação da fabrica é grave existem relatos anônimos de operadores que revelam que a planta industrial da fabrica esta deteriorada e com vários vazamentos.

Após a vinda do gerente de manutenção Sr Emanoel Galvão a empresa se modernizou no setor de manutenção onde a reciclagem de sucata virou peça de reposição tudo isto para reduzir os custo da empresa.
Os mecânicos estão tendo que construir peças de reposição de tornados ,mancal  entre outros equipamentos ,as facas das descascadeiras são sem qualidade estão quebrando toda hora, na torrefação a linhas de vapor e condensado tudo vazando, fitas de embalagens de caixas de manteiga para soldar vazamentos  de tubulações ,esta sendo realizando verdadeiros armengues e gambiarras,a consequência são constantes paradas da fabrica por longos períodos vindo a impactar na queda de produção e consequente nas metas estabelecidas pela empresa que dificilmente serão atingidas,com sucata sendo usada como peca de reposição.
Na fabrica esta chovendo mais dentro do que fora os telhados estão  furados  caixas brancas que normalmente seriam usadas para colocar resíduo agora estão servindo para conter as pingueiras e vazamentos de condensados.
No setor da manutenção os mecânicos não estão sendo avaliados e nem classificados  os mecânicos 3 estão tirando as férias dos mecânicos 1 e não estão recebendo a interinidade  sendo cobrados como se fossem mecânicos 1,o supervisor Vitor ofende e maltrata os mecânicos e depois pede desculpa como se nada tivesse acontecido a politica do morde e  assopra após pedir desculpa o  mesmo usa um bordão(você é o melhor!!!).

No armazém K  e na Resica os trabalhadores estão sendo obrigados a registrar o   ponto no horário de 23 horas e depois tomar banho e esperar a van que sai 30 minutos após o horário e quando tem algum problema na fabrica o chefe  manda segurar a van sai 15 minutos depois do horário estipulado, tudo isto para não gerar hora extra.

Apesar de ficar acordado entre o Rh da Cargill e a Gerencia de Produção que os treinamentos dos trabalhadores da produção ao chegarem a fabrica registrariam o ponto e iriam para o treinamento,  os chefes de turno estão descumprindo e obrigando os funcionários a só registrar o ponto no início do treinamento para não gerar hora extra excedente, constrangendo os trabalhadores e descumprindo o acordado. O chefes de turno ao final do turno  registram a saída e voltam a trabalhar imagina se acontece um acidente de quem é a responsabilidade.   Os chefes de turno estão obrigando e ameaçando os operadores de produção até tirando fotos do antes e depois da limpeza do piso que antes que era de responsabilidade da Sodexo ,alem de reduzir quadro de trabalhadores da Sodexo  sobrecarrega os operadores ,que tem que fazer os relatórios,a limpeza do piso tem  que ser feita antes da passagem de turno  além do mais os operadores de turno são deslocados para realizar limpeza em outros setores da fabrica e os chefes de turno sendo parabenizados pela limpeza.
Indo de encontro contra a politica de segurança da Cargill e por negligencia dos chefes de turno os operadores de produção, mecânica e elétrica não estão cumprindo o horário da refeição e descanso retornando para o setor de trabalho antes de 1 hora sem registrar o ponto.
Os operadores estão sendo levados para sala de justiça,onde o chefe de turno Sr Kleber Franca passa um Slide onde os operadores terão que fazer a função dos mecânicos,se ,der algum problema mecânico não é para chamar o mecânico e tem que resolver,alem de desvio de função isto é grave pode ocorrer acidentes.


Na portaria da Cargill por ordem de Sr Carlos Menezes o Sr Gomes esta ameaçando os seguranças a trabalhar sem intervalos de descanso  além de irem trabalhar na folga sem registrar o ponto para não gerar horas extras,estão sendo ameaçados constantemente.
Tudo isto esta provocando a perda pela Cargill de seus melhores profissionais para as concorrentes locais.


Postar um comentário